Agronotícias

Fertilizantes, corretivos e sementes aumentam 54% custo da produção de soja em Mato Grosso

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA) divulgou a 1ª estimativa para o custo de produção da safra 2022/23 no Estado e constatou aumento de 54,85% ante a safra 2021/22, estimado em R$ 4.547,31/hectare. Os fertilizantes e corretivos registrando a maior alta (+96,04%) motivada pelos macro (+103,20%) e micronutrientes (+31,97%), que registraram alta em função da baixa disponibilidade mundial, além da valorização da moeda norte-americana ante ao
real, uma vez que grande parte dos produtos são importados e cotados a dólar.

“Ademais, as sementes de soja também apontaram elevação (+65,84%), reflexo do aumento da saca de soja durante a safra, bem como o crescimento da demanda pelo insumo. Vale ressaltar que o custo de produção da safra 2022/23 é o maior já registrado pelo instituto, assim, é importante que o produtor se atente ao melhor momento para travar seus insumos, a fim de garantir a manutenção da rentabilidade da lavoura”, acrescenta o IMEA, no boletim da soja, divulgado ontem.

Só Notícias/Agronotícias (foto: Só Notícias/arquivo)