SocialNews

Sul-africana é Miss Universo 2019

A sul-africana Zozibini Tunzi, de 26 anos, é a Miss Universo 2019. Ela venceu o concurso de beleza no último domingo (08), em Atlanta, nos Estados Unidos. Apresentado pelo icônico Steven Harvey, o concurso contou com outras 88 candidatas. Ao receber a coroa, Tunzi falou sobre preconceito, o racismo e o machismo. Ela destacou ainda as dificuldades das mulheres negras de se verem bonitas.

“E uma honra absoluta representar, como negra e africana, a inclusão e a diversidade. Eu cresci em um mundo em que uma mulher com a minha pele, a minha aparência e o meu cabelo não era considerada bonita. Isso acaba hoje. Quero que as crianças enxerguem o reflexo dos seus rostos no meu. A sociedade foi programada durante muito tempo para que não ver a beleza de maneira negra. Mas agora estamos entrando em um tempo em que finalmente as mulheres como eu podem saber que somos bonitas”.

O júri, composto apenas por mulheres, aplaudiu bastante e se sensibilizou também quando Tunzi falaou sobre a questão ambiental, na fase de perguntas e respostas.

“Acho que os líderes do futuro podem fazer mais, mas acho que nós como indivíduos também podemos fazer mais. Desde a sexta série eu aprendo que o nosso planeta está morrendo. Depende de nós mantermos a nossa segurança. Vemos crianças protestando e nós, adultos, podemos cooperar”, afirmou.

Ativista e Relações-Públicas, para conquistar a coroa, Zozibini Tunzi desfilou de roupa de banho, de roupa de noite e apostou em um vestido de gala totalmente diferente, surpreendendo os jurados.

A vitória da sul-africana de 26 anos amplia a boa fase recente do país na competição. Tunzi é a terceira representante da África do Sul a levar o título, após as vitórias de Demi-Leigh Nel-Peters (2017) e Margaret Gardiner (1978), e também a primeira negra a vencer o concurso desde 2011, quando Leila Lopes, de Angola, ganhou no Brasil.

O segundo lugar ficou com Madison Anderson, de Porto Rico. Em terceiro ficou a mexicana Sofía Aragón. A brasileira Julia Horta foi classificada entre as 20 mais bonitas e não foi à rodada final. Vale destacar que o Brasil só venceu o Miss Universo em 1963, com Iêda Maria Vargas, e 1968, com Martha Vasconcellos. Já são 51 anos sem o prêmio.

OFuxico/Terra (Foto: Reprodução/Instagram)