SocialNews

Morre o ator João Carlos Barroso que trabalhou no Zorra Total

Após lutar bravamente contra o câncer, morreu na última segunda-feira (12), aos 69 anos, o ator João Carlos Barroso.

Nas redes sociais, amigos do artista lamentaram.

“Ontem com o dia cheio não vi nada. Hoje ao acordar mais uma perda. O Barrosinho como era chamado. João Carlos Barroso foi-se tão cedo. Grande amigo e ator. Trabalhamos juntos nas novelas Pão Pão, Beijo Beijo e Salvador da Pátria, mas nossa amizade não ficava aí. Organizava com o Cosminho, o Cosme dos Santos, jogos de futebol dos artistas. De homens e mulheres. Viajávamos nestas aventuras juntos. Sempre brincava com ele dizendo, você não envelhece menino? Ele sempre sorria com sua gentileza de sempre. Um homem do bem e com grande humor. Que a família sinta-se abraçada. Barrosinho aí está melhor que aqui. Quando eu chegar vamos rir muito. Saudade e até já”, escreveu Tássia Camargo.

“É com imensa tristeza que recebo esta notícia. Nosso grande amigo. João Carlos Barroso – Barrosinho, Colega de profissão e de grandes lutas. Parceiro de futebol dos artistas inúmeras vezes, nos deixou. Que Deus o receba em seu reino de luz. Meus sentimentos à família”, publicou Mário César Nogueira.

Ainda não há informações sobre o funeral.

Trajetória

João iniciou sua carreira ainda na infância após ser descoberto por produtores quando jogava futebol na rua. Estreou no cinema em 1961 em Pedro e Paulo, uma co-produção argentino-brasileira ao lado de Jardel Filho, Francisco Cuoco, Jece Valadão e outros. No ano seguinte estreou no teatro e em 1963 na dublagem do filme A Espada Era a Lei.

Entre seus personagens mais populares na TV estão o Tavico de Estúpido Cupido (1976) e o Toninho Jiló da novela Roque Santeiro (1985). Seu trabalho mais recente na teledramaturgia foi 2016 na novela Sol Nascente, na qual interpretou o delegado Mesquita. João  também integrou o elenco do humorístico Zorra Total e dos Trapalhões.

OFuxico/Terra (Foto: Divulgação)