SocialNews

Maitê Proença faz homenagem para a bailarina “mais célebre do século 20”

A atriz Maitê Proença registrou, hoje, em vídeo em seu canal no Instagram, a história da bailarina Anna Pavlova a quem considera a “mais célebre do século 20. Principal artista das maiores academias de dança do mundo, fundou tb a sua própria companhia. Por conta de seu talento e inteligência ao administrar a companhia, se tornou a primeira bailarina a viajar o mundo, levando espetáculos para Índia, Austrália, Japão e países da América do Sul. Anna Pavlova nasceu em 1881, em São Petersburgo. Filha bastarda, Anna foi criada só pela mãe lavadeira. Aos dez anos, Anna ingressou na escola do Ballet Imperial da Rússia, onde passaria oito anos estudando. Depois de formada, continuou na companhia imperial, construiu uma carreira brilhante e em 1906, chegou ao posto de primeira bailarina da instituição. Em seguida, Pavlova se apresentou em turnês na Europa e nos Estados Unidos, até que decidiu formar sua própria companhia de dança, em 1913”, descreve Maitê.

“Durante as próximas décadas, AP viajaria para lugares remotos, organizando espetáculos populares que fizeram com que o grande público voltasse a se interessar pelo ballet clássico. Pavlova começou integrou elementos da dança mexicana, polonesa, japonesa e indiana ao seu repertório. Apresentou-se no Brasil, nos teatros municipais do Rio de Janeiro e São Paulo, e no Teatro da Paz, em Belém do Pará. Pavlova protagonizou mais de 3.600 espetáculos. Pouco antes de completar 50 anos de idade, Anna Pavlova, uma das maiores dançarinas de todos os tempos, morreu de pneumonia”.

Social News (foto: reprodução Instagram)