SocialNews

Justiça bloqueia contas da empresa e de Galvão Bueno em ação de cobrança

O narrador e empresário Galvão Bueno teve algumas contas bancárias bloqueadas, por decisão judicial, 9ª Vara Cível de São Paulo, em processo movido por uma empresa de fundo de investimento contra a empresa de Galvão e da esposa Desirée Soares Galvão Bueno. A empresa alega ter feito empréstimo de R$ 1,6 milhão em 2017 e era para ter sido pago em 31 parcelas.

Não foram pagas algumas parcelas e, em maio passado, havia sido homologado judicialmente acordo para pagar o débito mas acabou não sendo cumprido integralmente. A justiça, então, determinou bloqueio das contas. Em uma, de Galvão, havia R$ 1,4 mil e, na da esposa, aproximadamente R$ 90 mil.

A defesa de Galvão está recorrendo da decisão e requer a suspensão da medida expondo que os valores são impenhoráveis, parte deles por serem de caráter salarial.

A informação foi dada pela repórter Fabia Oliveira, do jornal “O Dia”, e confirmada pela coluna do jornalista Rogerio Gentile, do UOL.

Social News (foto: reprodução/arquivo)