SocialNews

Ivete Sangalo ‘baba’ por foto do marido com filhos: ‘oxigênio da mamãe’

Daniel Cady, marido de Ivete Sangalo, aproveitou o último domingo (2) na companhia dos filhos, Marcelo, Marina e Helena. “Domingo de prega na melhor companhia”, escreveu no Instragram. Após elogiar a mulher, foi a vez da baiana se declarar para o nutricionista na rede social. “Os balãozin de oxigênio da mamãe”, afirmou. Os internautas “babaram” pelo quarteto nos comentários. “Família que o Brasil ama”, disse um. “A foto mais linda da timeline”, garantiu outro.

Cantora fala sobre amamentação: ‘Me sinto muito poderosa’

Ivete está aproveitando bastante as filhas gêmeas, batizadas em setembro deste ano, e disse que sente realizada quando amamenta as meninas. “É emoção à flor da pele. É muito bom. A gente se sente muito poderosa. E é talvez por isso que a gente se pergunta: ‘será que eu sou tão poderosa quanto estou me sentindo?’. No final, a gente é mesmo”, refletiu em conversa com o Purepeople.

Baiana relata melancolia após parto: ‘Choro de culpa, mas alegria forte’

Para a revista “Crescer”, Ivete assumiu que sofreu com baby blue, uma espécie de melancolia, após o nascimento das filhas: “O choro com as meninas foi do inacreditável esporte clube. Eu olhava para elas, sentia falta de ar e dizia: ‘Meu Deus, como será que vou administrar tudo isso. Como vou cuidar deste amor porque eu vou querer cuidar. Mas, como vou fazer isso’. Eu via todas aquelas pessoas em casa, família, enfermeira, e dizia: ‘Meu Deus eu quero tirar todo mundo daqui. Mas, eu não posso e não podia fazer isso'”. “Eu amamentava e chorava de emoção porque estava amamentando as minhas filhas. Só que daí passava o meu filho e dizia: Meu Deus, eu ainda não brinquei com ele hoje e vinha a culpa. Eu chorava muito tempo. E, para fechar com chave de ouro, na hora delas dormirem e eu dar de mamá, colocava sempre uma musiquinha instrumental, as vezes tinha só guitarra e contrabaixo, de alguns músicos que eu ouço e gosto. Eu ouvia aquela música e falava: Meu Deus, que música linda e chorava, chorava, chorava… Era só isso. Choro de culpa, mas de uma alegria muito forte”, completou.