SocialNews

Isis Valverde posta foto dos pés do filho e estimula amamentação

Duas semanas após o nascimento do primeiro filho, Isis Valverde exibiu uma foto dos pészinhos de Rael em seu Instagram, na noite da última segunda-feira (3). A atriz usou a rede social para incentivar a amamentação aos seguidores e alertou para que aquelas que não conseguem amamentar os filhos não se sintam inferiores: “Amamente e se estiver cansada, crie forças e pense que será para o bem do seu tesouro mais precioso. E se por acaso não for possível por algum outro motivo, não se sinta a pior mãe do mundo, tenha certeza de que você está dando o seu melhor sempre”. As internautas elogiaram a famosa pela postagem. “Palavras lindas! Me senti a pior pessoa do mundo quando descobri que não poderia amamentar. Pior semana da minha vida foi aquela. Mas não me sinto menos mãe por isso”, disse uma.

Atriz atribui beleza ao filho: ‘Meu amor maior’

Isis tem chamado atenção por exibir uma barriga sequinha pouco tempo após o parto do primeiro filho. Algumas seguidoras, porém, chegaram a criticá-la por mostrar a silhueta nas redes sociais. “Vai curtir seu filho ao invés de ficar postando foto todos os dias… O padrão de qualquer mulher que tem filho não é ficar mostrando que em menos de uma semana já não tem mais barriga e que a vida é simples assim. A gente sabe que a realidade não é essa”, escreveu uma internauta nos comentários do Instagram. Já outra apoiou a famosa: “Você sempre foi linda, mas depois que viramos mães ganhamos um brilho especial”. “Meu maior amor me deu isso. My little baby”, concordou a mulher do modelo André Resende.

Artista tem data para volta ao trabalho: ‘Quando Rael tiver uns 4 meses’

A atriz está longe do trabalho desde o fim das gravações da novela “A Força do Querer”, mas já tem data para retornar ao trabalho. Ela está prestes a gravar um filme. “Quando o Rael tiver uns 4 meses, vou rodar um filme com um diretor canadense chamado Carl Bessai. Ele já fez alguns filmes com artistas de Hollywood, séries e decidiu fazer um longa com uma brasileira como protagonista. O que é raro, né? Nos filmes gringos somos sempre bandidas, subalternas, as loucas. Ele esteve no Brasil há três anos e meio, fez testes comigo e outras meninas, e eu peguei o papel. Vamos gravar algumas cenas aqui e a maioria lá fora. É a história de uma noviça com várias reviravoltas”, entregou em entrevista à colunista Patrícia Kogut, do jornal “O Globo”.