SocialNews

Após infarto, Galvão Bueno decide dedicar mais tempo à família

Recuperado e bem disposto, Galvão Bueno recebeu em sua casa, em Londrina, o jornalista e apresentador do Fantástico, Tadeu Schmidt, e bateu um papo franco sobre o infarto que sofreu no Peru. Ao lado da mulher, Desiree, Galvão lembrou que a atitude dela foi determinante no último dia 20 de novembro, quando ele passou mal após o jantar.

“Ela que me levou pro hospital, eu não queria ir não. Comecei a sentir uma pressão no peito, uma dor no peito, e eu dizia ‘não, gente, isso é o esforço que eu estou fazendo. Já já eu deito, durmo. Amanhã eu descanso, vou trabalhar sexta e fazer o jogo sábado. Começou a dor no braço e eu acordei a Desiree”.

No hospital, em Lima, a equipe entrou em contato com o médico do narrador esportivo, em São Paulo.

“Imediatamente fizeram um eletrocardiograma, a Desiree fotografou o eletrocardiograma e mandou para ele. E, segundos depois, ele ligou e disse: tem que fazer um cateterismo já. Mostrava que eu tinha tido um infarto”.Galvão precisou de um cateterismo para desobstrução de uma artéria coronariana e destacou que, apesar de estar se sentindo bem, ficou um certo receio. “Quando saí para o hospital, pensei: ‘Será que chegou minha hora?'”, lembrou.

No momento em que se viu recuperado, Galvão aproveitou para pensar na vida.

“Tomei uma decisão. Sou muito chegado a minha família. Tenho que dar mais tempo a eles”, garantiu.

OFuxico/Terra (Foto: Reprodução/Instagram)