SocialNews

Angélica sobre Luciano Huck ser presidente: ‘não é um desejo meu’

Em apenas 10 meses de 2019, o Brasil segue cada vez mais dividido politicamente, após a posse de Jair Bolsonaro com presidente da República. Este, aliás, é um assunto recorrente na casa de Angélica e Luciano Huck, já que o nome do apresentador vira e mexe é sondado para a próxima eleição.

Em entrevista à revista Marie Claire, Angélica comentou sobre o assunto e revelou que não é um desejo seu que ele seja presidente, mas jamais interferiria numa decisão de seu marido.

“Não é um desejo meu. Seria uma honra? Claro. Mas nunca quis isso. No Brasil, em vez de a política ser algo do qual as pessoas se orgulham, dá medo. Mesmo sem ser candidato, Luciano já apanha de todos os lados. Estamos acostumados com fake news, mas de um jeito menos sujo. Por outro lado, vejo isso, digamos, como um ‘chamado’, que ele não buscou. É uma coisa tão especial, que se ele decidisse se candidatar, o apoiaria. Mas é uma escolha minha? Acho muito legal? Não posso falar isso porque não seria verdade [risos]. Teríamos mais a perder do que a ganhar. Mas estamos em um momento tão louco na política que não quero, jamais, ser egoísta e leviana de impedir algo nesse sentido. Jamais falaria ‘não, você não vai’. Jamais”, disse.

Angélica ainda acredita que Luciano “não estava preparado” para se candidatar em 2018 e falou sobre a possibilidade disso acontecer em 2022.

“Não posso dizer que ele seria o salvador da pátria, não existe isso. Acredito muito nele e no quão genuína é sua vontade de ajudar, mas não sei se o Brasil estava preparado e se ele estava preparado para o Brasil que pegaria. Essas coisas têm a sua hora. As coisas estão tão loucas que essa cobrança voltou. Sinceramente, estou muito Zeca Pagodinho, deixando a vida me levar. Pode acontecer muita coisa boa, se Deus quiser, nos próximos anos”.Após confessar que uma possível candidatura de Luciano Huck à presidência prejudicaria um pouco sua carreira na televisão, Angélica contou o motivo de sua pausa nas telinhas. Ela está longe da TV desde 2018.

“Foi desgaste do programa. Mas, no fim, foi um presente. Comecei a trabalhar aos 4 anos, é a primeira vez que fiquei sem fazer nada. No início, deu uma abstinência, mas passou rápido porque ter tempo é luxuoso e saudável. Recentemente, Eva falou: ‘Você me deixava muito sozinha porque trabalhava, né?’. Respondi: ‘Não deixava sozinha! Nunca viajei com o seu pai sem vocês, por exemplo’. Aí entendi que estava presente na vida dos meus filhos, mas não muito”, afirmou.

E aproveitou para falar sobre o retorno, que deve acontecer em abril do ano que vem. “A princípio será uma programa de comportamento. Estamos passando por um momento de muitas questões, as pessoas estão buscando respostas filosóficas e práticas. Todas essas novas doenças, os pânicos, as ansiedades, já vivi tudo isso. O programa será mais autoral, baseado nas minhas experiências dos últimos anos”, disse.

OFuxico/Terra (Foto: Reprodução/Instagram)
Tags