Saúde

Voluntários fortalecem estoque de sangue em unidade de Sinop

No próximo dia 25 é comemorado em todo o país o Dia do Doador Voluntário de Sangue. Em Sinop, a data também deve ser comemorada. Devem fazer parte da programação uma campanha para doação e orientações os doadores sobre quem pode ser doador e como doar.

Conforme a bioquímica responsável pela Unidade de Coleta e Transfusão (UCT), Sandra Maria Schiabel, a unidade recebe hoje uma média de 300 doadores por mês. E abastece todos os hospitais do município e uma agência transfusional em Marcelândia, além de destinar plasma fresco congelado, que é uma fragmentação do sangue após ser centrifugado, para Sorriso, Colíder e Alta Floresta.

As pessoas que quiserem fazer a doação devem ter no mínimo 18 e máximo 65 anos, pesar mais que 50 quilos e estar com bom estado de saúde. Deve procurar a UCT, munidos de documento de identificação e preencher uma ficha de doador, lembrando que a pessoa não precisará ser doadora ativa.

Na primeira doação serão feitos exames para verificar se a pessoa está apta. Não poderão ser doadores quem estiver em tratamento médico ou utilizando medicamentos; ter recebido algum tipo de transfusão de sangue nos últimos 10 anos; ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 24 horas; ter feito tatuagem ou acupuntura nos últimos 12 meses; ter tido doença de Chagas, malária, hepatite ou sífilis; ser portador do vírus HIV / Aids; estar grávida; ter passado menos de 3 meses depois do último parto ou aborto ou ser epilético.