Saúde

Sorriso está multando donos de residências onde há focos da dengue

Desde o início deste mês, a Secretaria Municipal de Saúde de Sorriso está notificando e multando os moradores que ainda não se conscientizaram sobre os perigos da dengue. De acordo com o coordenador da Vigilância Epidemiológica, Marcelo Oliveira, os agentes ambientais da prefeitura estão visitando as residências e onde encontram foco do mosquito, o proprietário é notificado para que faça a limpeza do seu quintal e verifique sua calha.

“Ainda temos encontrado muito foco do mosquito nas casas e notificando seus proprietários. De 100% das notificações feitas, cerca de 95% foram resolvidas, e o restante foi multado. Já aplicamos mais de 20 multas apenas este mês”, declara Marcelo. O valor da multa é baseado em cinco VRF (Valor de Referência Fiscal do município), de acordo com o decreto de nº. 004/2002, de 15 de janeiro de 2002, a ser recolhido aos cofres do município, no prazo de até 10 dias, e cobrada em dobro em caso de reincidência.

“Hoje, o valor total da multa está fixado em R$ 175 para aquele morador que não obedecer a notificação, conforme colocado pelo agente de saúde ambiental e atendendo à Vigilância Sanitária do município”, explica Marcelo. De acordo com o engenheiro sanitarista, o fumacê percorreu todo o município de Sorriso cumprindo os cinco ciclos exigidos pela Secretaria Estadual de Saúde. Porém pode haver mosquitos infectados que ficaram escondidos dentro das residências e que podem acabar contaminando as pessoas.

Marcelo dá a dica para que os moradores evitem que a dengue atinja alguém da sua família. “Primeiro passo é eliminar os criadouros, ou seja, evitar lugares que mantenham água parada e limpa. Alguns inseticidas que são vendidos nos mercados trazem no rótulo a informação se mata o mosquito da dengue, porque não são todos que matam o “Aedes Aegypti”, e se a pessoa não prestar atenção a este detalhe pode gastar seu dinheiro e não surtirá efeito algum. Tomando sempre cuidado com o armazenamento desses produtos que são tóxicos e podes fazer mal a crianças, animais, e até adultos se usados indevidamente”, alerta o sanitarista.

Os mosquitos adultos vivem escondidos dentro das casas. São domésticos e só se reproduzem sugando sangue humano. Estão nas paredes, dentro dos armários, embaixo das camas, atrás das portas, nas cadeiras e, só quanto saem nos jardins e ruas para a postura. “O inseticida deve ser bem aplicado em baixo de camas, cadeiras, armários, paredes, cortinas e em todos os locais escuros. E ainda, nos carros, caminhões, corredores e garagens”, explica Marcelo.

Matar as larvas é muito importante em longo prazo, mas não interrompe uma epidemia de dengue já estabelecida e havendo mosquitos adultos ativos. Se os moradores fizeram a sua parte e eliminarem as larvas e os mosquitos adultos, Sorriso ficará livre da dengue.