Saúde

Sinop participa de reunião do programa de controle da dengue em Cuiabá

O secretário de Estado de Saúde (Ses), Augustinho Moro, abriu ontem, às 19 horas, a 2ª Reunião de Avaliação do Programa Estadual de Controle da Dengue, que acontece no Hotel Mato Grosso Palace, em Cuiabá. Também estarão presentes a secretária de Saúde de Cuiabá, Eugênia Carvalho Callejas, a representante da Coordenação Nacional do Programa Nacional de Controle da Dengue, Ana Cristina Simplício e a superintendente de Saúde Coletiva da Ses, Cleoni Silvana Kruger, que irá falar sobre a “Situação do Programa da Dengue no Estado de Mato Grosso”. O evento prossegue nesta terça-feira , a partir das 8h.

De acordo com a coordenadora do Programa Estadual de Controle da Dengue, Maria de Lourdes Girardi, participam da reunião secretários municipais de Saúde de 30 cidades mato-grossenses e técnicos dos 14 Escritórios Regionais de Saúde (ERS). “Vão ser avaliadas questões como o controle do vetor, vigilância epidemiológica, assistência ao paciente com dengue, as ações de educação em Saúde, comunicação e mobilização e suporte laboratorial”, disse.

Os municípios que participam da reunião são: Água Boa, Gaúcha do Norte, Ribeirão Cascalheira, Canarana, Alta Floresta, Cuiabá, Nossa Senhora do Livramento, Poconé, Várzea Grande, Barra do Garças, Araputanga, Cáceres, Mirassol do D’Oeste, Diamantino, Rosário Oeste, Juína, Guarantã do Norte, Matupá, Peixoto de Azevedo, São José do Xingu, Paranatinga, Primavera do Leste, Rondonópolis, Nova Mutum, Marcelândia, Lucas do Rio Verde, Sorriso, Sinop, Barra do Bugres e Tangará da Serra. “Além de avaliar a implementação do Programa Estadual de Controle da Dengue o que também se busca é a troca de experiência entre os participantes, que estarão discutindo as dificuldades enfrentadas no controle do vetor e apontando propostas e sugestões que visam a redução dos casos da doença no Estado”, comentou.

Na terça-feira (29.11), a partir das 8 horas, alguns dos temas que serão abordados são: “Vigilância Epidemiológica da dengue”, “Suporte laboratorial para vigilância e controle da dengue” e será feito ainda um balanço do dia “D” de mobilização para o controle da doença no Estado, além de debates entre os participantes.

Neste ano, Mato Grosso notificou 8.895 casos de dengue, sendo 4.310 confirmados. Também foram registrados 16 casos de dengue hemorrágica com quatro óbitos. Para o controle da doença, a Saúde espera o envolvimento de cada cidadão mato-grossense. “A população também tem que colaborar fazendo sua parte, pois a dengue é uma doença cujo mosquito Aedes aegypti vive na área urbana e seus criadouros encontram-se nos domicílios”.