Saúde

Sinop: após decisão judicial campanha de prevenção Outubro Rosa está mantida na rede pública municipal

A prefeitura decidiu realizar a campanha Outubro Rosa após o Tribunal Regional Federal da 1ª Região derrubar a decisão que limitava a atuação dos enfermeiros nas Unidades Básicas de todo o país impedindo a requisição de exames por enfermeiros, prejudicando assim diversos atendimentos aos pacientes. A data de quando a campanha será feita ainda não foi definida, informou a assessoria.

Inicialmente a campanha estava prevista para ser realizada em todas as 25 Unidades Básicas de Saúde do município, com palestras de conscientização e prevenção ocorrerão nas unidades de saúde, voltadas para as mulheres.

No inicio deste mês, a Rede Feminina de Combate ao Câncer (Refeccs) havia doado 150 mamografias para as pacientes, que após passarem por uma triagem nas unidades de saúde do bairro Jardim Oliveira e Sebastião de Matos seriam encaminhadas para atendimento com médicos mastologistas e oncologistas. A assessoria da Refeccs garantiu que cerca de 100 exames ainda estão a disposição.