Saúde

Secretário diz que casos suspeitos em Sinop são leves e anuncia compra de mil testes para detecção do coronavírus

O secretário municipal de Saúde, Kristian Barros, concedeu, hoje, uma entrevista, por meio de uma rede social, na qual comentou sobre a situação dos 22 casos suspeitos de coronavírus em Sinop. “Todos são leves e estão sendo monitorados na residência pela Secretaria Municipal de Saúde. A grande maioria se encaixa na faixa etária de 25 a 45 anos. Tem três casos, se eu não me engano, que entram no grupo de risco. Não há crianças”, resumiu o gestor da pasta.

Kristian ainda anunciou que Sinop, por meio do consórcio intermunicipal de saúde, vai comprar cerca de mil testes rápidos para detecção do coronavírus. A previsão é de que os materiais estejam disponíveis em até 20 dias. “Com a chegada dos kits, vai poder fazer (a detecção) aqui. Vai ter velocidade maior de diagnóstico. São testes rápidos, de 15 minutos. Se der positivo, ainda precisará ser confirmado em Cuiabá. A gente só está adiantando um pouco, para ver se diminui um pouco este delay”.

O secretário também atualizou a situação dos atendimentos nas unidades do município. “Todas as consultas do Programa de Saúde da Família (PSF), aquelas de rotina, nas quais o paciente busca a unidade, estão canceladas. É temporário. Os postos estão atendendo as situações de urgências, emergências e casos gripais, que é o foco. Nos centros de Especialidades Médicas (CEM) e de Reabilitação (CER) as consultas programadas, eletivas, estão canceladas. O CEM só vai atender parte obstétrica e pacientes de emergência”.

Conforme Kristian, gestantes serão atendidas em caso de anormalidade. “Se a gestante se sentir mal, tiver dor abdominal que não faz parte, deve procurar o CEM ou a UPA, que vai entrar nos casos de emergência”.

Só Notícias/Herbert de Souza (foto: Só Notícias/Guilherme Araújo/arquivo)