Saúde

Secretário confirma 16ª morte por Coronavírus em Sorriso

O secretário municipal de Saúde de Sorriso, Luís Fábio Marchioro acaba de confirmar o registro do 16º óbito por Coronavírus no município. A paciente, de 81 anos, estava internada em Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Regional desde o dia 26 de junho e faleceu, ontem à noite. Ela era moradora do Bairro Nova Aliança, em Sorriso, e tinha como fator de risco hipertensão e diabetes.

No boletim de hoje, a secretaria informou que subiu para 1.013 os casos da doença em Sorriso (ontem havia 971). Já os curados passaram de 305 para 325. Outros 46 estão internados, sendo 14 em UTIs e 32 em enfermarias. Os casos suspeitos passaram de 478 e agora são 502. A pasta informou que até agora 1.155 casos foram descartados. Atualmente, 39 profissionais da saúde estão afastados de suas funções em decorrência da doença.

Ontem, foram confirmados três falecimentos em decorrência da doença. Um idoso, 75 anos, internado na UTI do Regional em Sorriso a cerca de um mês, morreu, ontem de manhã, e é a 15ª vítima e residia na área central da cidade. Na quarta-feira, faleceu um homem, de 46 anos, que estava internado em UTI do Hospital Regional de Sinop e, segundo a assessoria, não consta comorbidades no prontuário médico. Ele morava do bairro Bom Jesus.

A 13ª vítima é uma mulher, de 81 anos, diabética e hipertensa, que faleceu na última semana, mas os resultados dos exames chegaram ontem. A idosa residia no bairro São José. Na quinta-feira, também foi confirmado a 12ª morte, de um homem, 49 anos, morador do bairro Vitória Régia, que chegou a ser internado em um hospital particular e há 8 dias foi transferido para o Hospital Regional de Sinop, onde não resistiu e morreu.

Na última terça-feira foi confirmada a morte de um empresário, 55 anos, estava internado em UTI de um hospital particular. Já na segunda-feira, ocorreu 10º óbito, de um homem, de 65 anos, morador do bairro Jardim Primavera, que estava internado em UTI no Regional de Sinop e morreu, domingo à tarde. Não havia fator de risco especificado no prontuário médico do paciente.

No último dia 26 foram duas mortes. Um dos pacientes era um homem, de 67 anos, que estava internado desde o dia 8 de junho. Segundo o prontuário médico, tinha como fator de risco diabetes e hipertensão. A outra morte é de uma mulher, de 58 anos, que foi internada no último dia 15. Apresentava comorbidade respiratória, cardíaca e diabetes. Ambos estavam hospitalizados no regional em Sinop.

A sétima morte foi no último dia 23. O homem tinha 81 anos, morava no bairro Boa Esperança 2, que estava internado em UTI do hospital regional. No atestado de óbito consta como fator de risco que o paciente era ex-tabagista. O sexto óbito foi confirmado no mesmo dia. Era um caminhoneiro, de 49 anos, morador do bairro Vila Bela, que estava internado no regional de Sinop.

No dia 18 morreu um comerciante, de 58 anos, que foi a 5ª vítima, morador da área central, que estava internado em UTI de um hospital particular, tinha como fator de risco a obesidade. O quarto óbito foi no dia 17, de um homem, de 53 anos, morador do Vila Romana. Não foi informado se tinha comorbidade. Uma mulher, de 34 anos, moradora no São Francisco, faleceu no último dia 14. Ela tinha obesidade e ficou alguns dias internadas.

A segunda ocorreu no início do mês. Era um homem, de 98 anos, morador do bairro Rota do Sol. A primeira vítima em Sorriso, um homem de 57 anos, ficou praticamente um mês hospitalizada.

Em instantes, mais detalhes

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: Só Notícias/Lucas Torres - atualizada às 09h30)