Saúde

Secretaria constata que 91% dos mato-grossenses que estão nas UTIs com Covid não tomaram todas doses da vacina

A secretaria estadual de Saúde informou, hoje, que dos 101 pacientes que estão internados com Covid nas UTIs de hospitais públicos no Estado, 91%  não completaram o plano de vacinação, ainda não tomaram todas as doses. “O dado preocupa pois demonstra que a falta da imunização é hoje o principal motivo do crescimento de pacientes infectados e internados em Estado grave. Ou seja, hoje, dia 28 de junho, são 92 pacientes que estão na UTI e que não tomaram todas as doses da vacina”, informa a pasta.

A secretária de Saúde Kelluby de Oliveira acrescenta que “se passaram mais de dois anos que a pandemia teve início e está comprovado que a vacinação foi a grande responsável por nós termos retornado as atividades normais, como ir para a escola, passear, retirar a obrigatoriedade do uso de máscaras, mas, infelizmente, as pessoas insistem em não fazer o principal, que é completar o esquema vacinal”.

“Infelizmente esses pacientes escolheram não se vacinar e a coletividade é que está pagando por isso”. “As pessoas precisam se conscientizar que tomar todas as doses não protege só quem é vacinado, mas toda a coletividade. Reduz a transmissão do vírus e as chances de quem é infectado com a Covid seja levado para uma UTI”, acrescentou.

A secretaria confirma que não há falta de vacina no Estado, tem recebido as doses do Ministério da Saúde e encaminhado para os municípios de acordo com a demanda apresentada. Estão em estoque na Rede de Frio do Estado e nos 15 Escritórios Regionais de Saúde, um total de 646 mil doses, entre Coronavac, Pfizer, Astrazeneca, Pfizer pediátrica e Jansen.

Conforme Só Notícias já informou, no boletim divulgado ontem à tarde, a secretaria constatou que aumentou, pela terceira semana seguida, o número de mato-grossenses internados em UTIs públicas com as complicações da doença. Há 65 internações públicas com taxa de ocupação em 78,65%, considerando “casos confirmados, suspeitos e descartados”. Na semana passada, havia 56 pessoas nas unidades de tratamento intensivo e a taxa de ocupação havia aumentado para 57,14%

Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)