Saúde

Saúde prepara campanha contra dengue em Alta Floresta

O Departamento de Vigilância Ambiental de Alta Floresta já começou a preparar uma série de atividades para a campanha contra a dengue no município, que será intensificada no dia 18 de novembro. Com o slogam “dengue – a prevenção começa em casa”, o principal objetivo dos trabalhos será reduzir os focos do mosquito transmissor nos lixos domiciliares, que hoje correspondem a cerca de 72%.

As atividades começarão às 08 horas, na avenida Ludovico da Riva Neto. Serão feitos pedágios de mobilização e sensibilização, panfletagem com entrega de folders e calendários educativos, encenação teatral sobre as medidas de prevenção, exposição de material didático, mostruário com fases do mosquito e assistência técnica da Vigilância Ambiental.

Nos últimos meses o departamento intensificou o recolhimento dos pneus inutilizados no município com parceria de uma empresa, atividades de mutirões de limpeza e atividades de educação em saúde em escolas, associações, igrejas entre outras entidades, além das visitas domiciliares realizadas pelos agentes.

A partir do ano que vem, moradores que não colaborarem no controle da doença também poderão ser multados. Foi aprovada este ano a lei que trata de notificações e multas em situações críticas de criadouros e focos do mosquito em lixos domiciliares. A multa para quem não manter os terrenos limpos pode variar de R$ 168 a R$ 1.688. O departamento deve iniciar em breve o trabalho de conscientização com os moradores, com a distribuição de cartilhas sobre a nova lei.

Este ano, o município registrou cerca de 100 notificações e apenas 09 casos foram confirmados. No ano passado foram confirmados apenas 08.