Saúde

Recolhimento de cães na ruas de Lucas do Rio Verde é suspenso

O recolhimento de cães que ficam nas ruas e avenidas, em Lucas do Rio Verde, iniciado no mês de março, em cumprimento ao novo código sanitário do município, foi suspenso. É o que informou, ao Só Notícias, o coordenador de Vigilância e Saúde, Eros Luis de Souza. Segundo ele, o recolhimento foi feito apenas uma vez e os animais foram doados.

A suspensão do trabalho, de acordo com o coordenador, foi determinada pela Promotoria de Justiça, já que não apresentava as condições adequadas para ser executado, como um local próprio para destinar os cães e pessoas capacitadas para fazer o recolhimento. Ele explicou que muitos dos animais não proporcionam perigo à comunidade e a maioria tem dono.

“O que teria que ser feito é fazer cumprir o código de conduta do município, que responsabiliza os donos dos animais”, destacou. Pela lei, os animais deveriam ser mantidos no canil por 15 dias, para que o dono pudesse recuperá-lo ou fossem doados. A partir de agora os itens que tratam sobre o recolhimento dos cães devem ser reformulados. “Enquanto o município não tiver uma estrutura adequada o trabalho não será retomado”, acrescentou.

Uma das sugestões é a criação de um Centro de Controle de Zoonoses, que recebe os animais e oferece tratamento e alimentação por um determinado prazo, até que os proprietários fossem retirá-los.

O código sanitário foi aprovado em dezembro, em Lucas do Rio Verde. O projeto dispõe sobre a proteção, promoção e preservação da saúde, nos aspectos relativos à vigilância sanitária e de preservação do meio ambiente visando promover a melhoria da qualidade e garantindo condições de saúde, segurança e bem-estar público.