quarta-feira, 17/julho/2024
PUBLICIDADE

Programa ‘Ir para Incluir’ realizou 1,7 mil atendimentos no semestre em Mato Grosso

PUBLICIDADE
Redação Só Notícias (foto: assessoria)

O programa Ir Para Incluir da secretaria estadual de Saúde ofertou 1.716 atendimentos especializados a moradores de sete cidades do interior de Mato Grosso durante o primeiro semestre. Além dos atendimentos, também houve a capacitação de 207 profissionais de saúde. As ações ocorreram nos municípios de Primavera do Leste, Querência, Campo Novo do Parecis, Pontes e Lacerda, Comodoro, Confresa e São Félix do Araguaia, entre os meses de fevereiro e junho. 

O secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, destacou a importância da atuação do projeto, que proporciona diversos atendimentos especializados para o interior do Estado. “O Ir para Incluir tem facilitado o acesso aos atendimentos especializados por meio de ações itinerantes. Diversas regiões de Mato Grosso já foram contempladas com o serviço, que ocorre desde 2022, e 1,7 mil pessoas foram atendidas no primeiro semestre deste ano”, explicou o gestor. 

O projeto contou com a participação da Oficina Ortopédica do Centro de Reabilitação Integral Dom Aquino Corrêa (Cridac), que realizou avaliações para futura concessão de cadeiras de rodas e meios auxiliares de locomoção. 

Já o MT Hemocentro realizou a coleta de sangue por meio da unidade móvel, além do cadastro de voluntários para a doação de medula óssea. 

O Centro Estadual de Odontologia para Pacientes Especiais (Ceope) prestou atendimentos odontológicos às pessoas com deficiência e a Unidade Móvel de Imunização esteve presente com a sala de vacinação.

O programa Ir Para Incluir será temporariamente suspenso devido ao período eleitoral e retomará as atividades em 2025.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

PUBLICIDADE