Saúde

Prefeitura inicia mutirão de cirurgias oftalmológicas em Sinop

A prefeitura de Sinop deu início, nesta sexta-feira, ao mutirão de cirurgias oftalmológicas em pacientes regulados no município e que, desde 2013, aguardavam o procedimento. A agenda prossegue neste sábado e na próxima semana, nos dias 28 e 29, devendo atingir um total de 100 cirurgias, sendo 70 de pterígios e 30 de cataratas. Os pacientes são atendidos no Centro de Especialidades Médicas (CEM) pela equipe médica do Hospital dos Olhos de Cuiabá.

Para a prefeita Rosana Martinelli, esse é um dia de alegria porque muitas pessoas voltarão a enxergar com qualidade. “Estamos [gestão] fazendo mais pela saúde. Nós trouxemos uma equipe médica de Cuiabá e ela está ofertando um tratamento especial para os nossos pacientes. Essa é uma grande conquista e que foi realizada com as emendas impositivas dos vereadores, que destinaram recursos para que a Prefeitura pudesse realizar essa grande ação”, frisa a gestora.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Gerson Danzer, trazer a equipe médica para Sinop, gera economia para o município. “Ao invés de levar os pacientes, juntamente como seus acompanhantes para Cuiabá, optamos em realizar os procedimentos no município. Assim, evitamos o transtorno de tirá-los da cidade, como também, reduzimos custo desde passagens, hospedagem e alimentação”, frisa.

Cirurgias como essas são de competência do Estado, mas devido ao acúmulo de munícipes esperando por uma vaga há anos, a prefeita determinou que a realização ocorresse por conta do município. Para a estudante Lyllyan Peres, se não fosse a ação da prefeitura, o pai ficaria com a catarata por muito tempo, já que a família não tem condições de custear o serviço na rede privada. “Há três anos o meu pai esperava para fazer essa cirurgia e, hoje, está realizando junto com tantas outras pessoas que passavam pela mesma situação. O que o município está fazendo é louvável, é muito boa essa ajuda”, agradece.

A aposentada Severina Maria, que aguardava ansiosa o médico chamá-la para o procedimento, comemorou. “Eu fiquei muito feliz, fui bem atendida, não tenho reclamações, sempre me atenderam bem e ainda estão me atendendo. Meus dias estavam sendo difíceis e eu não estava conseguindo ler. Os óculos não adiantavam e a solução era só a cirurgia. Agora, que Deus abençoe e que dê tudo certo”, relata.

Os valores destinados são oriundos de recursos próprios do município e emendas impositivas dos vereadores Ademir Debortoli, Billy Dal Bosco, Dilmair Callegaro, Hedvaldo Costa, Ícaro Severo, Joacir Testa, Joaninha, Leonardo Viseira, Lindomar Guida, Luciano Chitolina, Maria José, Professora Branca, Remídio Kuntz e Tony Lennon.

De acordo com a assessoria da prefeitura, em parceria, o município de Feliz Natal irá encaminhar 32 pacientes, Santa Carmem 16, União do Sul 7,  e Cláudia 8 pacientes para participarem do mutirão. A responsabilidade quanto ao custeio do procedimento dos munícipes é de cada administração das respectivas cidades.

Em maio, a prefeita Rosana Martinelli também anunciou a execução de 600 cirurgias eletivas, sendo 200 na especialidade de otorrino, 200 ginecológicas e 200 gerais (histerectomia, vesícula, hérnia e retiradas de miomas) – também de competência do Estado – e que já estão em andamento.

Redação Só Notícias (foto: assessoria/arquivo)