Saúde

Prefeitos e secretários se reúnem para discutir paralisação em Hospital Regional

Cerca de 30 prefeitos, secretários municipais de Saúde e representantes dos 15 municípios que fazem parte do Consórcio Intermunicipal de Saúde Teles Pires, que administra o Hospital Regional de Sorriso, se reuniram hoje no município para discutir saídas para contornar a paralisação parcial dos atendimentos no hospital e os repasses feitos pelos municípios para bancar as despesas de atendimento dos pacientes que são encaminhados.

Desde a última quinta-feira parte dos atendimentos no hospital, que atende pacientes de 15 cidades do Nortão, estão suspensos porque os profissionais não receberam salários de outubro, horas-extras e de produtividade desde setembro. A gerente geral do hospital, Otélia Regina Hahn, relatou que durante a reunião foi apresentado um documento do Governo do Estado, comunicando que os pagamentos referentes ao mês de setembro já estão sendo depositados e também estão avaliando o restante o pagamento dos outros atrasos.

“O corpo clínico deve se reunir amanhã à noite e discutir se há possibilidade de reassumir os plantões e atendimentos que foram suspensos”, acrescentou. A Secretaria de Saúde entrou em contato com o hospital e pediu o prazo até sábado para efetuar os pagamentos.

Outra questão que foi discutida pelos municípios é referente aos repasses feitos por cada, para o consórcio. A gerente também relatou que o Conselho Técnico do consórcio deve se reunir nos próximos dias para reavaliar o sistemas de distribuição. “Hoje os repasses são feitos conforme o índice de utilização de casa município”, explica.

O prefeito de Sorriso e presidente do Consórcio, Dilceu Rossato, também participou da reunião. Também estiveram presentes represenjtantes Sinop, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Vera, Nova Ubiratã, Feliz Natal, entre outros.