Saúde

PFS´s de Nova Mutum já começam a vacinar contra o rotavírus

Os Postos de Saúde da Família de Nova Mutum já estão aplicando vacina contra o rotavíus. A aplicação é feita em duas etapas. A primeira delas em crianças de dois ou três meses e a segunda em crianças de quatro ou cinco meses, obrigatoriamente. O Brasil é o primeiro país a distribuir gratuitamente a vacina oral de rotavírus humano.

Segundo a coordenadora de saúde, Anke Schwabe, não é uma campanha de vacinação, mas as doses devem ser aplicadas nos postos de saúde do município. “É importante que os pais não deixem de levar suas crianças para vacinar contra o rotavírus no tempo certo. Os responsáveis devem levar também o cartão de vacinação, caso alguma vacina esteja em atraso”, diz.

A vacina é altamente eficaz e proporciona proteção contra a gastroenterite (infecção do intestino) grave por rotavírus, um vírus muito resistente e contagioso que atinge pessoas em toda parte do mundo e de todas as idades. O modo predominante de transmissão da doença é a via fecal-oral. Entretanto, algumas evidências sugerem que pode ocorrer transmissão da doença pelas vias respiratórias.

A infecção é precedida por um período de incubação de 24 a 48 horas. Os principais sintomas são: febre alta, vômito e diarréia que caso não seja tratada pode levar a criança a óbito. Em qualquer situação de diarréia, a pessoa deve procurar a unidade básica de saúde mais próxima para prevenção da desidratação através da terapia de reidratação oral.