Saúde

Infestação da dengue em Sinop ainda é preocupante

O índice de infestação do mosquito da dengue continua alto em Sinop. É o que aponta um relatório da Secretaria Municipal de Saúde. O índice de 2%, acima do máximo permitido de 1%, ainda é motivo de alerta aos moradores. Segundo o coordenador de Endemias, Valério Gobatto, a maioria dos focos do mosquito é encontrada nas próprias residências.

Desde janeiro foram notificados 52 casos da doença. Desses 16 já foram confirmados. Nenhum hemorrágico. Em dezembro foram 19 notificações. Em alguns municípios os índices estão mais altos e já foram registrados casos de dengue hemorrágica.

Gobatto ressalta que cerca de 200 agentes continuam realizando visitas nas residências e localizando focos do mosquito. Equipes também fazem coleta de lixos em terrenos baldios, valetões, entre outros, para diminuir o índice de infestação, que já chegou a 2,3% no ano passado.

O coordenador alerta os moradores para os próximos dias, em que o período chuvoso ainda é intenso. O acúmulo da água das chuvas em lixos como pneus, latas, litros e garrafas é propício para reprodução do mosquito.

Na próxima segunda-feira, decretado ponto facultativo nos órgãos municipais, as equipes da secretaria não paralisarão as atividades e continuarão o trabalho nos bairros. “Vamos buscar atingir aqueles moradores que geralmente estão trabalhando e não são orientados”, conclui.