Saúde

Infestação da dengue diminui em Sinop

Depois de um intenso trabalho apelativo e de orientação nos bairros da cidade, a Secretaria Municipal de Saúde registrou uma pequena redução no índice de infestação do mosquito da dengue, em Sinop. De acordo com o relatório da secretaria, o índice, que atingiu 2,8% no mês de março, está em 2%. Mas os números ainda são preocupantes. É o que afirmou o coordenador de Endemias, Valério Gobatto.

Segundo ele, a redução demonstra que os moradores estão sendo mais atenciosos e cuidando de seus quintais, já que a maioria dos focos encontrados é localizada em lixos domésticos, nas próprias residências. Gobatto também destacou que as chuvas ainda estão muito fortes e que a tendência é que os números diminuam nos próximos meses. No período de seca, o índice de infestação é menor que 1%, aceitável pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Outro resultado positivo, destacado pelo coordenador, foi a diminuição nos casos notificados de pessoas contaminadas. Este ano já foram 160 notificações, dessas, apenas 55 foram confirmadas. Outras 40 mostras ainda estão no laboratório para serem analisadas. No mesmo período, no ano passado, foram 369 casos notificados. Uma redução de aproximadamente 50%.

Sinop também conseguiu reverter a situação em todo o Estado, em que o número de casos notificados da doença teve um aumento de quase 10% em relação a 2005 no primeiro trimestre do ano. “Outro avanço é que passamos mais um ano sem aplicar o fumacê”, enfatiza. O fumacê é aplicado em municípios em que os índices são muito elevados e não são controlados.

Os trabalhos da secretaria devem continuar. Cerca de 200 agentes continuarão visitando as residências e localizando focos do mosquito. Equipes também fazem coleta de lixos em terrenos baldios, valetões, entre outros, para diminuir o índice de infestação. Ainda vale ressaltar, para que as pessoas evitem jogar lixo que possa acumular água, como latas, garrafas, pneus, entre outros.