Saúde

IFMT Lucas do Rio Verde receberá mais de R$ 326 mil para produzir testes de Covid-19

O Instituto Federal de Mato Grosso, campus de Lucas do Rio Verde, receberá R$ 326,5 mil para compra de equipamentos necessários para a implantação de um laboratório de biologia molecular na unidade. O local estará apto a fazer testes para o novo Coronavírus (Covid-19), na população estimada de 200 mil habitantes e abrange os municípios de Ipiranga do Norte, Itanhangá, Nobres, Nova Mutum, Nova Ubiratã, Santa Rita do Trivelato, Sorriso e Tapurah, que hoje não possui laboratório credenciado pelo Ministério da Saúde para fazer este tipo de análise. A destinação dos recursos foi aprovada na reunião do Comitê Interinstitucional Gestor de Ações Afirmativas, na última terça-feira. A entidade é formada pelo Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso, Ministério Público do Trabalho  e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Conforme o projeto apresentado pelo instituto, assinado pelo professor titular da unidade, João Vicente, a destinação é importante para a região, dada a necessidade de testar todos os casos suspeitos de covid-19 na população e, assim, realizar o combate e a prevenção da doença de forma mais efetiva. É mencionado que Lucas tem uma grande indústria de suínos e aves que emprega mais de seis mil trabalhadores e “que necessita de uma ajuda no combate à Covid-19, com testagem rápida e eficiente, haja visto a formatação do trabalho deste tipo de indústria. Caberá a nós a ajuda técnica para permitir uma maior segurança nas informações de infecção e nas formas de combate e controle do vírus”, afirmou Vicente, no projeto.

O juiz auxiliar da presidência do TRT, Ivan Tessaro, destacou que, desde o início da pandemia, o comitê tem priorizado a destinação para projetos de enfrentamento ao novo coronavírus. “A realização de testes da covid-19 é uma das principais demandas, necessárias não só para detectar a doença como também auxiliar o Poder Público na adoção de medidas mais adequadas para conter seu avanço”, disse.

Os repasses realizados pela Justiça do Trabalho e MPT para o combate e prevenção ao novo Coronavírus em Mato Grosso já alcançam R$ 8,8 milhões.  As destinações seguem as recomendações publicadas no fim de março pela Corregedoria do (TRT) e pelo Conselho Nacional do Ministério Público e orientaram para que valores disponíveis para a promoção de ações afirmativas sejam liberados prioritariamente para medidas de combate ao vírus causador da Covid-19.

Redação Só Notícias (atualizada 16:20h - foto: arquivo/assessoria)