Saúde

Hospital Regional de Sorriso cria projeto para aproximar usuários de seu cotidiano

Desde 22 de fevereiro, as assistentes sociais do Hospital Regional de Sorriso, Celma Maria de Moraes, Edel Maria Rodrigues de Almeida e Joseana de Abrantes, vêm trabalhando com as atividades do Projeto Porta de Entrada e Acolhimento. Este visa buscar a sensibilização dos usuários e seus familiares sobre o cotidiano da instituição hospitalar e tudo que o envolve.

O objetivo é criar um novo modelo de atendimento hospitalar, sintonizado com a qualidade e humanização que este exige. Através de palestras, encontros, orientações individuais e coletivas, vídeos educativos e distribuição de material explicativo, cerca de 50 profissionais, da farmácia, psicologia, fisioterapia e medicina geral do hospital, passam informações educativas aos pacientes internados e acompanhantes, ou para aqueles que estão aguardando, diariamente, para serem atendidos.

“Vimos a necessidade de fazer um trabalho educativo com às pessoas que ficam, ociosas, aguardando pelo atendimento. Dessa forma podemos saber de nossos pacientes, sua opiniões sobre o Hospital e, ao mesmo tempo, orientá-los com relação à doenças, vícios e até mesmo direitos do cidadão”, disse ao Só Notícias, uma das assistentes sociais responsável pelo projeto, Joseana de Abrantes.

Todos os pacientes e acompanhantes recebem orientações sobre previdência, seguros de saúde, utilização de medicamentos, tratamentos, doenças, vícios e normas gerais do Hospital, como horários de visitas, consultas e agendamentos. Segundo Joseana esse projeto foi programado para todo o ano e ao final deste, os resultados serão analisados, para ver quais os erros cometidos e quais o objetivos alcançados. Se os resultados forem promissores o Projeto Porta de Entrada e Acolhimento terá prosseguimento em 2006.