Saúde

Hospital Regional de Sinop terá atendimentos pediátricos, anuncia diretor

O diretor do Hospital Regional de Sinop, Jean Carlos Alencar, anunciou, há pouco, em pronunciamento na sessão da câmara municipal, que em breve a unidade contará com atendimento de urgência e emergência pediátrica. “Entendemos que é uma demanda muito grande existente há muito tempo na nossa região. Em um futuro bem próximo, teremos especialistas 24 horas para atender os casos regulados ao hospital”, apontou o gestor. Ele não especificou qual mês nem a quantidade de leitos e de profissionais que atenderá nesta área.

“Apenas no mês de outubro de 2019, realizamos 340 procedimentos cirúrgicos, sendo que 263 são eletivos, que já estavam agendados. É o um numero recorde”, ressaltou. Outro número revelado pelo diretor, é o de cirurgias feitas nos primeiros 7 meses de 2019, em comparação com 2018. “Nesse ano foram 1073, contra 586 do ano anterior. Esse número engloba cirurgias gerais, ortopedia, otorrino e neurocirurgia”. “Oferecemos hoje, mais de 1000 consultas ambulatoriais ao mês”, emendou.

Jean ainda classificou a gestão anterior, que era feita por uma Organização Social, como “desastrosa”. “Existia três meses de salários atrasados e outras deficiências, como a falta de lençóis para as camas, desabastecimento de remédios, entre outros pontos, e ainda herdamos passivos de R$ 20 milhões. O custo mensal antes da intervenção era de R$ 4,2 milhões, atualmente é de R$ 3,6 milhões”, mencionou. A gestão do governador Mauro Mendes retomou, no início do ano, a administração do hospital.

Na explanação feita aos vereadores dos trabalhos da unidade o diretor também citou que “o estoque de medicamentos hoje gira em torno de R$ 3 milhões. Anteriormente, tínhamos medicamentos para operar por no máximo 2 dias”.

Atualmente, o Hospital Regional de Sinop, conta com 88 leitos, sendo 10 de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e mais de 200 servidores. Ainda há previsão, do número de leitos aumentar para 130, em decorrência das reformas que a unidade está passando, com previsão de investimento superior a R$ 7 milhões.

 

Redação Só Notícias (foto: Só Notícias/arquivo)