Saúde

Hospital Geral em Mato Grosso recebe 3 capacetes Elmo para tratar pacientes com Covid e evitar intubação

O Hospital Geral e Maternidade de Cuiabá recebeu  três capacetes Elmo, que atuam como suporte de ventilação não invasivo no tratamento da Covid e ajuda a reduzir em 60% a taxa de intubação de pacientes hospitalizados. O equipamento cobre toda a cabeça do paciente, onde é fixado no pescoço com uma base que veda a passagem do ar. No interior, aplica-se um fluxo de gases medicinais com oxigênio (O2) e ar comprimido capaz de gerar uma pressão positiva, acima da pressão atmosférica. Essa pressão ajuda em situações em que o pulmão está com dificuldade de oxigenação.

Eles foram feitos através de uma parceria meio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) do Ceará e uma empresa e  doados ao Hospital Geral para testes nos pacientes e implantação da tecnologia.

“O benefício deste equipamento é que ele pode ser desinfectado e reutilizado. Além disso, outro benefício é o custo inferior em relação aos respiradores mecânicos e a maior segurança para os profissionais de saúde, já que, por ser vedado, não permite a proliferação de partículas dos vírus”, afirmou o presidente Federação das Indústrias de Mato Grosso (FIEMT), Gustavo Oliveira.

A presidente do hospital, Flávia Silvestre, agradeceu pela doação e parceria com a federação desde o início da pandemia. “Esses capacetes ventilatórios ajudarão nossos pacientes acometidos pela Covid na melhora da função respiratória. Além disso, o equipamento pode tratar outras enfermidades que comprometem o funcionamento dos pulmões, como a pneumonia e H1N1 e no pós operatório das cirurgias cardíacas de alta complexidade”, concluiu.

Só Notícias (foto: assessoria)