Saúde

Governo implementa programa de prevenção e tratamento ao HIV

A Secretaria de Estado de Saúde abriu discussões sobre a Aids. O “I Congresso Mato-grossense de DST, HIV/Aids e Hepatites Virais em Perinatologia”, tem a finalidade de somar esforços no sentido de desenvolver e implementar o programa do Estado de prevenção e tratamento ao HIV, além de oferecer conhecimentos às pessoas que trabalham na rede SUS. O congresso se estende durante todo o dia de hoje e vai até o dia três de dezembro.

Na abertura do evento, o secretário adjunto de Estado de Saúde, Antônio Augusto de Carvalho, que representou o secretário de Estado de Saúde, Augustinho Moro, disse que a data de realização do congresso foi cuidadosamente escolhida, pois a abertura aconteceu no dia 1º de dezembro, quando é comemorado o Dia Mundial de Combate à Aids. “Esta é uma data especial para a saúde pública em todo país, especialmente, para Mato Grosso. Porém, é preciso que façamos dos 365 dias do ano uma luta permanente contra a aids e as hepatites virais. Precisamos fazer o que for preciso para acelerar o ritmo e usar os mecanismos que a rede possui na prevenção da doença e nos concentrarmos nos fatores nos fatores que ainda contribuem para a expansão do vírus”, destacou Antônio Augusto.

De acordo com Antônio Augusto, o objetivo do congresso é discutir políticas públicas de prevenção à transmissão vertical do HIV/DST e hepatites virais e aprimorar os conhecimentos dos profissionais que lidam com gestantes sobre o tratamento e profilaxia das DST/Aids e hepatites virais. “Mato Grosso tem oferecido todo apoio laboratorial para a realização de exames e capacitando as equipes médicas visando à redução dos casos e controle das doenças sexualmente transmissíveis e das hepatites virais. No caso da Aids a rede de saúde pública proporciona o tratamento, com medicamentos e garantia de internação”, explicou.

O representante do Ministério da Saúde (MS) e técnico do Programa Nacional de Combate às DST/Aids, Marcelo Barbosa, fez a conferência de abertura e fez um retrospecto sobre a situação destas doenças no país. Conforme ele, o programa brasileiro de prevenção e tratamento de DST/Aids é classificado como um dos melhores do mundo principalmente no que se refere à política de atenção aos portadores do vírus HIV. Entre as iniciativas que chamam a atenção estão a oferta e produção de anti-retrovirais e distribuição gratuita de preservativos.

Atualmente, em Mato Grosso, 3.134 pessoas estão em tratamento da aids. Em 2003 foram notificados 270 casos, em 2004 foram 354 e, de janeiro a agosto de 2005, esse número chegou a 200 casos. Para computar esses números o Estado levou em conta os casos notificados pelo Sistema de Informação de Agravos Notificados (Sinan).

Também participaram da abertura do congresso os secretários municipais de Saúde de Cuiabá, Eugênia Francisca Calleja, de Várzea Grande, Arilson da Costa Arruda, e a deputada estadual, Vera Araújo. O evento continua nesta sexta-feira (02.12), com a mesa redonda que irá discutir temas como “A infecção pelo HIV e seu diagnóstico – Fisiopatogenia da infecção pelo HIV/Diagnóstico Sorológico”, “Consenso terapêutico – monitoramento clínico, laboratorial e tratamento inaugural da infecção pelo HIV”, “Manejo clínico das infecções oportunistas mais prevalentes”, “terapia antiretroviral – A Adesão ao tratamento”, entre outros.

Já neste sábado (03.12), alguns dos assuntos que serão abordados são: “DST – abordagem sindrômica”, “Sexualidade – Abordagem do Adolescente para a prevenção das DSTs”, “Gravidez e DST/Aids na Adolescência”, “Aconselhamento e Serviços de Testagem em DST/Aids e hepatites virais – A importância da capacitação em aconselhamento pré e pós teste para profissional de saúde”, entre outros.

Programação

Dia 02/12/2005- Mesa Redonda II
Coordenadora: Lindamar Maria de Souza Saragiotto- Programa Municipal DST/HIV e Aids de Várzea Grande

10:25 às 10:45- Vigilância Epidemiológica: HIV/Sífilis Congênita
Maria Virginia Meirelles- UFMT

10:45 às 11:15- Vigilância Epidemiológica: Hepatites Virais B e C
Drº Sandoval Carneiro- SES-MT

11:15 às 11:45- Vigilância Epidemiológica: Perfil Epidemiológico das Mulheres Puerperas com HIV
Drª Maria Angélica de Macedo Orione- UFMT/UNIC

Dia 02/12/2005- Mesa Redonda III
Coordenador: Astrogildo Settini- Programa Municipal DST/HIV e Aids de Cuiabá

13:30 às 13:55- Consenso Terapêutico- A testagem sorológica da gestante: Realidade Nacional, Estadual e Municipal
Dr. Paulo Fortunato Leão- UNIC/HGU-MT

13:55 às 14:20- Manejo da Gestante Soropositiva para HIV/Aids
Dr. José Meirelles Filho- UFMT/HUJM

14:20 às 14:45- A Gestante Portadora de HIV/Aids/HBC/HCV- Direitos e Deveres da Gestante
Drª Marina Azem- SAE/SMS de Cuiabá-MT

14:45 às 15:10- Consenso Terapêutico: Condutas para o RN exposto e Confirmação Sorológica
Drª Débora Luzia Dal Ponte Carvalho- SMS de Várzea Grande- MT

15:10 às 15:35- Manejo Clínico da Criança Soropositiva para HIV
Dr. Sergio Julio Fernandes- CERMAC/SAE/SES-MT

15:35 às 16:05- Discussão

16:05 às 16:20- Coffee- Break

Dia 02/12/2005- Mesa Redonda IV
Coordenadora: Suzi Eva Félix Alves Kinoshita- Programa Municipal DST/HIV e Aids de Sinop

16:20 às 16:45- Planejamento Familiar para mulheres HIV+
Valdete Marques Antiqueira

17:00 às 17:30- Conferência: Desafios e Política de Prevenção das DST/HIV/Aids e Hepatites Virais
Representante do Ministério da Saúde

Dia 03/12/2005- Mesa Redonda V
Coordenadora: Emília Mitiko Kanashiro- Programa Municipal DST/HIV e Aids de Alta Floresta

08 às 08:25- DST- Abordagem Sindrômica (Parte I)
Dr. Valter Ferreira Mendonça- CERMAC/SAE/SES-MT

08:25 às 08:50- DST- Abordagem Sindrômica (Parte II)
Dr. Ivo Antonio Vieira- CERMAC/SAE/SES-MT

08:50 às 09:15- Sexualidade- Abordagem do Adolescente para a prevenção das DST’s
Dr. Walter Esteves Lima- SMS de Cuiabá-MT

09:15 às 09:40- Gravidez e DST/Aids na adolescência
Drª Zuleide Félix Cabral- SOMAGO-MT

09:40 às 10:10- Discussão

10:10 às 10:25- Intervalo

Dia 03/12/2005- Mesa Redonda VI
Coordenadora: Deriane Garcia de Oliveira- Programa Municipal DST/HIV e Aids de Barra do Garças

10:25 às 10:50- Aconselhamento e Serviços de Testagem em DST/Aids e Hepatites Virais- Importância da capacitação em aconselhamento pré e pós-teste para profissionais de Saúde (HIV/VDRL)
Herondina Moreira Couto- SMS de Cuiabá-MT

10:50 às 11:15- Importância da capacitação em aconselhamento pré e pós-teste para profissionais de Saúde (Hepatites Virais)
Marlene Lopes Plaster

11:15 às 12:00- Discussão

Dia 03/12/2005- Mesa Redonda VII
Coordenadora: Cristina P. da Silva- Programa Municipal DST/HIV e Aids de Rondonópolis

13:30 às 13:55- Hepatites Virais: O programa de controle: no Brasil e no Estado de Mato Grosso
Dr. Francisco Souto- HUJM/UFMT

13:55 às 14:20- A co-infecção HIV/Aids e Hepatites Virais: Epidemiologia e Implicações Terapêuticas
Dr. Rui Alberto- Pronto Socorro de Várzea Grande/MT

14:20 às 14:45- A Transmissão Vertical das Hepatites Virais
Dr. Sergio Julio Fernandes- Cermac/Ses-MT

14:45 às 15:10- Saúde Bucal- O manejo do portador de HIV/Aids/HBV/HCV
Drª Cíntia D. Simões- SMS de Cuiabá- MT

15:10 às 15:35- Biossegurança: Normas e Condutas em DST/Aids e Hepatites Virais
Nilene Duarte- SES-MT

15:35 às 16:05- Discussão

16:05 às 16:20- Coffee-break

Dia 03/12/2005- Mesa Redonda VIII
Coordenadora: Marineze Araújo Meira- COSEMS/Secretaria Municipal de Diamantino/MT

16:20 às 16:45- Violência Sexual- Estupro/Violência na Infância: Condutas Profiláticas
Dr. Euze Carvalho – SMS de Cuiabá-MT

16:45 às 17:15- Aspectos Legais
Drª Silvana Correa Vianna
Promotoria da Infância e Juventude de Várzea Grande

17:15 às 17:30- Discussão

17:30 às 18:00- Conferência: Desafios e Política de Assistência das DST/HIV/Aids e Hepatites Virais (Antiretrovirais/Testagem Sorológica Precoce)