Saúde

Governo faz repasse de R$ 204 milhões para fundos de Saúde em Mato Grosso

O governo de Mato Grosso esta mantendo os repasses em dias com os municípios do Estado. Entre janeiro e julho deste ano, já foram transferidos, por meio da secretaria Estadual de Saúde mais de R$ 204,2 milhões aos fundos municipais de Saúde para a manutenção de programas e serviços prestados à população. O secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, destacou, através da assessoria,  que mesmo este sendo um ano atípico, devido à pandemia pela Covid-19, a atual gestão continua com o projeto de consertar Mato Grosso e desenvolve as ações de combate ao vírus mantendo a frequência dos repasses habituais aos municípios do Estado.

“O governo mantém a rigorosidade nos repasses junto aos Municípios, daquilo que é de sua responsabilidade, e faz um grande esforço para assegurar o pagamento de recursos, a fim de garantir os serviços aos pacientes do Sistema Único de Saúde”, disse Figueiredo.

De acordo com as informações da secretaria Adjunta de Aquisições e Finanças da secretaria de Saúde, esse ano, já foram transferidos mais de R$ 62,7 milhões  para ação hospitalar, R$ 36.4 milhões para atenção primária e R$ 35,5 milhões para alta complexidade. Os dados ainda apontam um repasse na ordem de R$17 milhões para hospitais contratualizados e R$ 14,4 milhões para consócios de saúde que administram três hospitais regionais.

A secretaria de Estado de Saúde também realizou os pagamentos para o custeio de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) no valor de R$ 12,2 milhões, ao programa de incentivo a assistência farmacêutica na atenção básica e programa diabetes mellitus na ordem de R$ 5,6 milhões  e para o Programa de Apoio ao Desenvolvimento e Implementação dos Consórcios Intermunicipais de Saúde (Paici) no valor de R$ 5.4 milhões.

Os pagamentos ainda incluem a transferência de R$ 5 milhões para Unidades Filantrópicas; de R$ 3 milhões para toracotomia; de R$ 2, 6 milhões ao Programa de Incentivo à Regionalização das Unidades de Reabilitação, Hemoterapia e Saúde Mental; de R$ 2,3 milhões ao Serviço de Atendimento Móvel (Samu); de R$ 1,3 milhão de incentivo a estruturação serviços municipais de Vigilância Sanitária; de R$ 420 mil destinados aos Ambulatórios de Atenção Especializada Regionalizado em Hanseníase e de R$ 27 mil à Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Pessoas Privadas de Liberdade no Sistema Prisional (PNAISP).

Os recursos são transferidos pela secretaria e repassados aos Fundos Municipais de Saúde, que efetivam os pagamentos por serviços executados pelas unidades hospitalares. Os investimentos têm como objetivo a manutenção da prestação do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde , em Mato Grosso.

Redação Só Notícias (foto: assessoria/arquivo)