Saúde

Governo notifica municípios para desativar 100 UTIs Covid; 25 são no Nortão

A secretaria estadual de Saúde notificou cinco municípios de Mato Grosso sobre o bloqueio e a suspensão do cofinanciamento de um total de 100 leitos de UTI covid-19. A medida levou em consideração a redução na taxa de ocupação dos leitos de internação de pacientes em tratamento do coronavírus que, conforme dados do Painel Interativo da Covid-19 desta quarta-feira, estava em 51,46%.

Conforme notificação, enviada às secretarias municipais de Saúde no dia 10 de setembro, foram bloqueados e suspensos o cofinanciamento estadual ao custeio de 10 leitos de UTI do Hospital Santa Casa de Rondonópolis; 10 leitos de UTI do Hospital Santa Rita, em Alta Floresta; 15 leitos de UTI do Hospital Regional de Nova Mutum; 5 leitos de UTI do Hospital Coração de Jesus, em Campo Verde, e 60 leitos de UTI do Hospital São Benedito, em Cuiabá.

Segundo o governo do Estado, se não fossem bloqueados, esses leitos seriam pagos sem a devida utilização, uma vez que há queda constante na taxa de internação por Covid-19. “As gestões municipais têm ciência de que o cofinanciamento de leitos é realizado enquanto perdurar a necessidade, podendo haver a suspensão imediata no momento em que há a diminuição da demanda por internação”, informou a assessoria.

O governo justifica que, além da constante redução na taxa de ocupação dos leitos, a decisão considera ainda a necessidade do retorno gradativo a o atendimento público e à realização de cirurgias eletivas. 

A assessoria também detalhou que a secretaria trabalha no reordenamento de leitos Covid da própria Rede Estadual. No momento, cerca de 80 leitos de UTI dos hospitais geridos pelo Estado foram bloqueados. Parte desses leitos será destinada para o atendimento de cirurgias eletivas.

Redação Só Notícias (foto: Só Notícias/arquivo)