Saúde

Exame confirma que mulher não morreu de dengue hemorrágica em Lucas R. Verde

O secretário de Saúde de Lucas do Rio Verde, Marcio Pandolfi, recebeu ontem à tarde, a garantia que a enfermeira que faleceu há poucos dias não tinha dengue hemorrágica. Maria de Lourdes Camargo teve pancreatite (doença que ataca o pâncreas) e faleceu no Hospital Regional de Sorriso. “Houve vários rumores na cidade que ela teria dengue. Solicitamos a coleta de sangue e encaminhamos para análise no Laboratório Central em Cuiabá. Ficou confirmado que ela não tinha dengue”, afirmou o secretário, em entrevista ao Só Notícias.

Pandolfi disse que aguarda para hoje a confirmação de um caso de dengue hemorrágica em Sorriso. Seria de uma criança que seguiu ontem a Cuiabá onde fez exames e os resultados saem hoje. “Confirmado, este ano, temos aproximadamente 30 casos de dengue em Lucas”, disse e há muitos outros suspeitos. O secretário disse que existe apenas uma forma de conter a dengue: manter lotes limpos e não deixar, em hipótese alguma, deixar garrafas, latas, pneus e outros objetos onde acumule água das chuvas e o mosquito se reproduza.

“Estamos fazendo campanhas de conscientização e pedindo a colaboração. Ao que parece, muitos ainda não se conscientizaram e teremos que adotar outras ações mais enérgicas. Poderemos até acionar a promotoria para os que continuarem tratando o caso com descaso e deixando em seus lotes com lixo da dengue”, advertiu o secretário.