quarta-feira, 22/maio/2024
PUBLICIDADE

Cuiabá: 33 mil imóveis são vistoriados por causa da dengue

PUBLICIDADE

O mutirão de combate a dengue revistou durante o mês de novembro até a primeira semana deste mês, 33 mil bairros dos 44 mil previstos para serem visitados até o final do ano. Os dados são da Vigilância a Saúde e Ambiente (Divisa) da Secretaria Municipal de Saúde. No acumulado do ano, já são 4.173 casos de dengue notificados, sendo 3.707 confirmados e 89 casos considerados graves. A capital registrou quatro casos com mortes até o momento, de morados residentes do bairro Jardim Vitória, Dom Aquino, CPA II e Jardim Leblon.

A preocupação das equipes da Divisa é com relação ao alto índice de recusa dos moradores às visitas. Até agora, aproximadamente 5 mil imóveis deixaram de ser vistoriados por causa da recusa dos moradores à entrada dos agentes nas casas ou devido ao fato de as casas estarem vazias.

“Fazemos um apelo à população para que abram as portas para os agentes de endemia. Os criadouros continuam dentro das residências. É preciso eliminar e tratar esses possíveis criadouros do mosquito”, convocou o diretor da Divisa, Benedito Oscar Campos.

Ele informou que os agentes irão retornar às casas fechadas pelo menos por mais três vezes. “As casas serão visitadas, porém a recusa prolonga o trabalho dos fiscais que percorrem as casas de acordo com o mapeamento estratégico da cidade”, ressaltou. A previsão é que até o final do ano cerca de 80 bairros da cidade recebam a visita dos fiscais.

 

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

MT Hemocentro realiza encontro estadual sobre conscientização da doação de medula óssea

O MT Hemocentro, unidade especializada administrada pela secretaria estadual...

Nova Mutum define aquisição de nova remessa de produtos para fisioterapia na rede pública

A prefeitura definirá a aquisição de materiais, via processo...

Mais de 3,3 mil animais foram vacinados na campanha antirrábica em Sinop

A equipe do Centro de Combate às Endemias informou...
PUBLICIDADE