Saúde

Sinop: faltam doses e campanha de vacinação contra a gripe deve ser retomada até sábado

A campanha de vacinação contra a gripe deve ser retomada até o próximo sábado, em Sinop. A informação foi confirmada em entrevista coletiva pelo secretário de Saúde, Kristian Barros. Somente idosos (acima de 60 anos) e trabalhadores da saúde de todos os níveis de complexidade vão ser imunizados nesta etapa. “O governo federal decidiu antecipar essa vacinação e Mato Grosso recebeu uma quantidade menor do que tínhamos de meta e, com isso, Sinop recebeu apenas 1,5 mil num primeiro momento, As que chegaram ontem já esgotaram em pouco tempo”, expôs.

Conforme o secretário, o planejamento inicial era receber mais de 10 mil. “A partir de quarta ou quinta-feiras receberemos mais de 2 mil, mas ainda assim não chegaremos na nossa meta, alcançaremos cerca de 23% do que precisamos. Por volta de sábado começara uma nova campanha, mas ainda anunciaremos corretamente”, ressaltou.

Kristian ainda destacou que “temos que levar em consideração que o governo federal não está no período normal de vacinação, eles estão adiantando. Estamos precisando de uma logística para se chegar em Cuiabá e trazer as doses ao município e reiniciar a campanha”, completou.

Assim que retomada a campanha, vacina estará disponível, gratuitamente, nas Unidades Básicas de Saúde (com sala de vacinação) das 7h30 às 10h30 e das 13h30 às 16h30, e no Centro Integrado em Atendimento à Saúde Municipal (CIAMS) das 7h às 18h, sem intervalo para almoço.

Além disso, na próxima fase, que inicia no dia 16 de abril os contemplados com as doses são professores das redes públicas e privadas, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas (não transmissíveis) e outras condições especiais.

Já na terceira fase, que inicia no dia 09 de maio, mesma data do dia D, serão vacinados os grupos de seis meses a menores de seis anos, gestantes, puérperas, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, adultos de 55 a 59 anos de idade.

Só Notícias/Luan Cordeiro