Saúde

Ataque do boi: equipe médica define se deputado Wellington Fagundes será operado

A cirurgia pela qual o deputado federal Wellington Fagundes (PL-MT) vai ser submetido será definida nesta semana por uma junta médica, incluindo o diretor da Rede Sarah de Hospitais, o médico Aloysio Campos da Paz Júnior.

O parlamentar recupera-se em Brasília, no hospital Sarah Kubitschek, para onde foi transferido neste sábado (20/08), após sofrer um acidente com um boi, durante um rodeio no município de São José do Povo.

Após chegar em Brasília os médicos iniciaram o atendimento pré-operatório, com exames e avaliações do quadro clínico. Wellington teve uma fratura cominutiva (quando o osso se parte e vários fragmentos) no osso fêmur da perna direita.

“Felizmente os médicos informaram que a estrutura óssea de Wellington é muito resistente, o que impediu algo pior, como fraturas em outros ossos”, comentou Mariene Fagundes, esposa do parlamentar.

Ainda não é possível precisar quanto tempo Fagundes terá que ficar afastado de suas atividades após a cirurgia, mas a estimativa é que a recuperação total do osso pode levar até seis meses.

O deputado, que é membro da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Correios, está sendo medicado com analgésicos, mas passa bem. “Ainda não há como avaliar quando retorno totalmente às atividades, mas daqui vamos acompanhando mais de perto o trabalho em Brasília”, disse, bem humorado.

O acidente aconteceu durante um rodeio organizado em São José do Povo, mas que não está ligado ao Circuito Mato-grossense de Rodeio, que vem ocorrendo em várias cidades do Estado, inclusive com recursos alocados pelo deputado Wellington Fagundes junto ao Ministério do Turismo.