Saúde

Alta Floresta: focos de dengue em residências resultarão em multas

O departamento de Vigilância Ambiental deve iniciar, em breve, um trabalho de conscientização com os moradores de Alta Floresta sobre a lei que determina punições em casos de falta de colaboração no controle da dengue. Um levantamento feito no município apontou que cerca de 72% dos focos do mosquito transmissor são encontrados em lixos domiciliares.

Segundo o gerente do departamento Claudiomiro Vieira, a nova lei será aplicada a partir de 2007. “Estaremos notificando os indivíduos que apresentarem problemas e eles terão 10 dias para se regularizar”, destacou, ao Só Notícias. A multa para quem não manter os terrenos limpos pode variar de R$ 168 a R$ 1.688.

O trabalho de conscientização também será feito com cartilhas que contém as informações sobre a lei e orientações sobre o controle da dengue, que tem uma incidência maior neste período chuvoso. “Fazemos atividades de controle e conscientização de forma igual durante todo o ano, mas nesse período há uma incidência maior do transmissor devido o acúmulo da água das chuvas”, explicou o gerente.

Este ano. o município já registrou cerca de 100 notificações e apenas 09 casos foram confirmados. “Dessas, seis pessoas foram contaminadas em outras localidades”, destacou. A constatação é feita pelo histórico epidemiológico de cada paciente, de acordo com o período de incubação. No ano passado foram confirmados apenas 08 casos.

No dia 18 de novembro o departamento também vai realizar uma série de atividades no dia ‘D’ da campanha nacional contra dengue. O tema escolhido para a campanha este ano ano é ‘dengue: a prevenção começa em casa’ e visa conscientizar a população sobre a incidência dos focos do mosquito nos lixos domiciliares.

Além deste trabalho equipes do departamento realizam visitas periódicas nas residências. Este ano ano 144 mil visitas devem ser feitas. Também são feitas atividades educacionais em escolas, igrejas, clubes de mães, monitoramento de hospitais e laboratórios particulares, atividades em pontos estratégicos como borracharias, depósitos de ferro velhos, empresas de materiais de construção, oficinas, mutirões de limpeza, entre outros.