Ponto Final

‘Zerar a fila’

Mauro Mendes (DEM) afirmou, ontem à noite, no lançamento do programa Mato Grosso Cirurgias, que um dos principais objetivos é “zerar a atual fila represada de cirurgias eletivas em Mato Grosso”, proporcionado pelo investimento de R$ 105 milhões, liberados pelo governo do Estado, para fazer 138 mil procedimentos de Saúde, – 23 mil cirurgias eletivas, 69,5 mil exames de alta complexidade, além de de 45,5 mil atendimentos de outras naturezas. O programa beneficiará moradores dos 141 municípios, com parceria dos 16 consórcios de Saúde. As cirurgias, exames e demais procedimentos serão nos 11 hospitais regionais e também poderão ser cadastrados conforme a necessidade pelos hospitais filantrópicos e municipais que farão cirurgias Geniturinário, Aparelho Digestivo, Ortopedia, Cardiovascular, Neurocirurgia e Oftalmologia. Dentre os exames de alta complexidade, estão: Ressonância Magnética, Ultrassonografia com Dopper, Tomografia Computadorizada, Cintilografia, Eletroneuromiografia, Arteriografia, Cateterismo e Colangiopancreatofiaendoscópica.

Só Notícias