Ponto Final

Verba de deputados

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso está defendendo que a Assembleia Legislativa de Mato Grosso suspenda o pagamento da verba indenizatória para os 24 deputados estaduais e destine esses recursos para reforçar o combate ao Coronavírus em Mato Grosso. Mensalmente cada um recebe R$ 65 mil  destinado exclusivamente à indenização dos gastos com a atividade parlamentar, como, por exemplo, viagens para as bases eleitorais, envio de correspondências, entre outros. Daria R$ 1,5 milhão por mês. Sem dúvida, é um grande volume de dinheiro para comprar respiradores, por exemplo (em média R$ 80 mil cada).  “Durante esse período de enfrentamento da crise decorrente da epidemia provocada pelo coronavírus, quando é recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) o isolamento social, também ficam reduzidas as ações parlamentares”,  “além das medidas de isolamento é importante ampliar a quantidade de testes, para identificar o maior número possível de infectados, interrompendo a cadeia de contaminação. E ainda, o Estado deve estar preparado para atender aqueles que necessitarem de atendimento hospitalar, o que demanda investimentos pesados na área da saúde pública”, expõe a OAB Mato Grosso, em nota. Por enquanto, o presidente da Assembleia, Eduardo Botelho, não se posicionou sobre o assunto quando deveria tomar a iniciativa e ser o primeiro a concordar com a proposta da OAB.

Só Notícias