Ponto Final

Vai ter corte

A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2020 deve começar a ser apreciada pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso na próxima semana, nem que para isso o presidente do parlamento, Eduardo Botelho, tenha que cortar o salário e a Verba Indenizatória dos deputados que estão faltando e obstruindo a pauta ao longo das últimas duas semanas. “A ausência dos deputados atrapalha. Eu vou convocar os deputados na semana que vem para um mutirão. Quem não vir eu vou considerar o corte de pontos do mês inteiro e a verba”, avisou Botelho. Ele espera a votação de pelo menos 14 projetos de lei complementar que estão prontos, mas que não são pautados porque as sessões não têm atingido o quórum mínimo, que é de 13 parlamentares no momento da votação.

Só Notícias