quarta-feira, 22/maio/2024
PUBLICIDADE

Sem indicação

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Silval confirmou, em entrevista exclusiva ao Só Notícias, que não vai indicar ninguém de Mato Grosso para a diretoria do DNIT. Ele buscou emplacar, via o PMDB nacional, um representante do Estado para um dos cargos de direção do Departamento Nacional de Infra-estrutura depois que Pagot saiu. Mas a presidente Dilma não tem acatado indicações de ninguém – nem do PR que indicou os antecessores – inclusive no Ministério dos Transportes. Na prática, Mato Grosso perdeu o cargo mais expressivo que tinha no governo federal, desde 2007, quando Lula esteve lá. E, como Blairo não quis ser ministro dos Transportes, pouco sobrou para o Estado.

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias

‘Barba mais branca; couro mais grosso”

Ainda em seu discurso de posse, o deputado Nelson...

“Volto com pesar”

Nelson Barbudo (PL) foi empossado, há pouco, na Câmara...

Recurso para manter parque

O deputado Ludio Cabral (PT) defendeu que o Ministério...

‘Não podemos falhar’

Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE) instalou, hoje,...