quinta-feira, 30/maio/2024
PUBLICIDADE

Saúde e segurança fora

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Silval mandou segurar R$ 300 milhões em gastos no orçamento. Escaparam dos cortes as secretarias de Saúde, Educação, Segurança e investimentos na Agecopa. O governador explicou ao secretariado que o contingenciamento é reflexo a decisão do governo federal de cortar R$ 50 bilhões do orçamento. Os secretários terão, agora, que reavaliar ações e obras e passar a faca em algumas, pelo menos por enquanto.

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias

Prejudica a economia

O prefeito de Sinop, Roberto Dorner, participou, em...

Mais avanços

O governador Mauro Mendes afirmou, hoje, em encontro com...

Fraude à licitação e peculato

A Polícia Federal deflagrou, esta manhã, a operação Miasma,...

Vão pra Bahia

O governo Mauro Mendes (União) iniciou tratativas com uma...