terça-feira, 21/maio/2024
PUBLICIDADE

Relatório em Tangará

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A Câmara de Tangará da Serra pode instalar Comissão Processante após as primeiras constatações da comissão parlamentar que apurou denúncias de irregularidades na saúde pública local e constatou: direcionamento de processo licitatório, improbidade administrativa e quebra de decoro parlamentar. O relatório aponta pela abertura de comissão processante com responsabilização do prefeito Júlio César Ladeia (PR), do vice-prefeito José Jaconias e dos vereadores Celso Ferreira (DEM), Genílson Kezomae (PR), Haroldo Lima (DEM) e Paulo Porfírio (PR).  Foi investigada a gestão do Instituto Idheas. O relatório final será levado à apreciação do plenário da câmara, provavelmente na sessão ordinária do próximo dia 13

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias

‘Não podemos falhar’

Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE) instalou, hoje,...

União de lideranças

O prefeito de Colíder e 1º vice-presidente da AMM,...

Novamente descaso

Outra vez o centro de Sinop voltou a ficar...

Distante da cidade

A Comissão de Infraestrutura Urbana e de Transporte da...