quarta-feira, 19/junho/2024
PUBLICIDADE

Recurso para manter parque

Só Notícias
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O deputado Ludio Cabral (PT) defendeu que o Ministério Público recorra da decisão judicial que anulou o decreto estadual 2.628/2001, do governo de Mato Grosso, que criou o Parque Cristalino 2, no Nortão, formado por duas áreas contíguas, chamadas de Cristalino I, com 66.900 mil hectares, e Cristalino II, com 118 mil hectares. As áreas foram criadas em 2000 e 2001, respectivamente, e protegem uma grande diversidade de espécies da Amazônia. A ação, que pede a nulidade da criação do parque, foi movida pela empresa privada e o Tribunal de Justiça acatou pedido, recentemente, anulando a criação do parque. Lucio também defende que a PGE (Procuradoria Geraldo Estado) ingresse junto para fortalecer a ação. “Vamos convocar uma nova reunião para o próximo dia 17 de junho, às 9 horas, na Assembleia Legislativa, para que a PGE nos apresente o recurso que vai pedir a nulidade da decisão do Tribunal de Justiça”, disse o parlamentar.  Ontem, o assunto foi abordado em audiência, na Assembleia. Ele enfatizou que há expectativa de que a adesão da Advocacia-Geral da União busque a anulação da decisão.

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias

Estação de Tratamento – Mutum

O prefeito Leandro Félix, assinou, a ordem de serviço...

Demissão por e-mail

O ex-secretário Nacional de Política Agrícola Neri Geller (PP),...

Recurso pelo parque

O Procurador-Geral do Estado, Francisco Lopes, afirmou, na audiência...

1,9 mil para Mutum

O governador Mauro Mendes anunciou, há pouco. em audiência...