Ponto Final

Perícia na fazenda de ministro

O juiz André Luciano Costa Gahyva, da 1ª Vara Cível de Diamantino, determinou a produção de prova pericial para saber sobre possíveis danos ambientais causados em área rural do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes. Na ação o Ministério Publico alega que foi constatado desmate e degradação na área de reserva legal dentro de uma propriedade de Mendes, em Diamantino, bem como captação de águas superficiais perante a margem de um rio sem outorga concedida pela secretaria de Meio Ambiente (Sema). Segundo o juiz André Luciano Costa Gahyva, não foi possível constatar, após acusação e defesa, se a área realmente está degradada. Justamente por isso tornou-se necessário realização de perícia especializada.

Só Notícias