Ponto Final

Para ter equilíbrio

O governador Mauro Mendes admitiu que solicitou à Procuradoria Geral do Estado (PGE) para ingressar com uma ação de pedido liminar no STF para que a vaga da senadora cassada Selma Arruda (Podemos) seja preenchida, temporariamente, pelo terceiro colocado no pleito, Cárlos Fávaro, que atualmente é chefe do Escritório de Representação de Mato Grosso (Ermat) em Brasília. O pedido, garantiu o governador, não tem foro pessoal nem visa beneficiar Fávaro diretamente, uma vez, que, segundo Mauro, o objetivo é não deixar Mato Grosso “sub-representado” com dois senadores no período em que Selma estiver afastada e a eleição suplementar esteja em andamento. “Não pedi pela posse do Fávaro. Pedi pela posse do terceiro colocado, que, consequentemente, é o Carlos Fávaro que foi candidato ao Senado. Mato Grosso, assim como todos os Estados, nós só somos iguais no Senado. São Paulo tem 60 deputados federais e nós só temos oito. Então, nós precisamos, no Senado, ter o equilíbrio previsto na Constituição”, justificou.

Só Notícias