Ponto Final

Outra derrota

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, teve outra derrota no judiciário. O desembargador Mario Roberto Kono de Oliveira negou liminar que ele requereu para impedir a troca de Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) pelo Bus Rapid Transit (BRT). O mandado de segurança requeria que o município tivesse poder de voto na decisão pelo modal a ser adotado nas duas cidades.  O governo do Estado decidiu trocar o caríssimo VLT pelo ônibus rápido e finalmente concluir a obra que se arrasta desde 2014 e consumiu milhares de Reais. Diferente de Emanuel, o prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, tem apoiado o governador Mauro Mendes, assim como diversas entidades, na mudança do modal para concluir as obras e a população usar este meio de trânsporte ligando as duas cidadesd.

Só Notícias