Ponto Final

Não vou botar lenha na fogueira

O governador não criticou, hoje, o presidente Jair Bolsonaro, como outros governadores, por ele ter defendido retomada das atividades de milhares de empresas fechadas. “Não vou botar lenha na fogueira. O momento é de união, equilíbrio, deixar de ser egoísta. Vejo pessoas defendendo radicalização social defendendo fechamento tudo porque está com prateleira cheia, com dinheiro no banco. Não está vendo situação dos pequenos e micro que não suportam 15 dias fechados. Não vou adotar a linha do presidente Bolsonaro nem a linha de extremistas. Vou adotar a linha do equilíbrio”, apontou. Mauro definiu decreto para padronizar com as prefeituras os segmentos do comércio que podem funcionar, adotando medidas preventivas ao Covid-19.

Só Notícias