Ponto Final

Não topa

O Comitê Permanente de Combate ao Coronavírus emitiu novo decreto com uma série de recomendações e determinações, ontem. Uma delas, que foi assinada pelo prefeito Sorriso, Ari Lafin e secretário de Administração Estevam Hungaro, é para que a concessionária que administra a BR-163 não faça a cobrança do pedágio dos veículos que circulam na via no trecho que pertence ao município. A praça de pedágio em Sorriso é a mais cara do Estado. Para veículos de passeio custa R$ 7, caminhões/carreta R$ 7 por eixo, e motocicleta R$ 3,50. Não foi apontado no documento o período de duração que deve ocorrer a abstenção. A concessionária já respondeu que não topa ajudar.

Só Notícias