Ponto Final

‘Não adianta espernear’

O governador Mauro Mendes não descartou cortar recursos da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) da mesma forma que promete o governo federal do presidente Jair Bolsonaro (PSL) com as universidades e institutos federais. Ontem, durante uma inauguração de obra, o governador explicou que já faz ações “silenciosas” e que se a economia nacional não melhorar, como apontam os indicadores, terá que reduzir mais gastos do Estado. “Estamos tomando varias medidas de maneira silenciosa. Eu não sou uma pessoa que gosta de ficar tomando medidas espetaculosas, faço, no dia a dia, medidas importantes de cortes de gastos e de redução de despesas, tanto que já é perceptível para muitos setores que o governo já melhora o seu desempenho mesmo no momento de crise, mesmo pegando R$ 3,5 bilhões de restos a pagar”, disse. “Não adianta espernear, não adianta fazer protesto. O que nós temos que fazer é trabalhar com seriedade e aprovar as reformas”, acrescentou Mauro Mendes.

Só Notícias