terça-feira, 21/maio/2024
PUBLICIDADE

MT mais rico

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A descoberta de jazidas de minério de ferro e fosfato é uma ótima notícia para a economia de Mato Grosso. O setor do agronegócio será um dos mais beneficiados com fosfato sendo industrializado no Estado. Só no cultivo de grãos, a Famato calcula que deixarão de ser gastos R$ 400 milhões/ano. A jazida de minério é, segundo o governo estadual, 3 vezes maior que a de Carajás, no Pará. A área onde estão as riquezas são particulares e um dos sócios seria o banqueiro Daniel Dantas. Agora, começa o processo legal para definir como será feita a exploração e por quem.

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias

‘Não podemos falhar’

Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE) instalou, hoje,...

União de lideranças

O prefeito de Colíder e 1º vice-presidente da AMM,...

Novamente descaso

Outra vez o centro de Sinop voltou a ficar...

Distante da cidade

A Comissão de Infraestrutura Urbana e de Transporte da...